faça uma doaçao

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Recordação de vidas passadas (RELATO)

Recordação de vidas passadas



Tertuliano Pinheiro
 
secretário de Ação social do Rio Grande do Norte



“Sou um homem de bem com a vida, casado e pai de quatro filhos, mas tinha fobia de escuro. Só dormia de luz acesa e comecei a sofrer de depressão. Católico, não acreditava em reencarnação, mas depois de me tratar com remédios e terapia convencional, procurei a regressão. O processo foi avassalador. Vi algumas vidas, duas mais marcantes. Em uma era um homem poderoso e, em outra, um mendigo. Acredito, porque ninguém me contou, eu vi tudo, senti cheiros, frio e todos os tipos de sentimento. O coração bate forte, você sua e sofre tudo de novo. Eu temia a noite passada em becos escuros. Minha única companhia era um cão. Me livrei desse sentimento e mudei minhas convicções religiosas”
Verena Egli Spera
 dentista

No ano passado, procurei essa terapia por causa de uma enxaqueca e uma dor no pescoço insuportáveis. Eu não saía sem remédio. Na regressão, me vi como um jovem rico que morreu numa cilada armada pela madrasta e pela mulher amada. Ele recebeu uma flechada no olho, no lado da dor. Revivi a decepção e a morte e com o redirecionamento dessas emoções deixei-as lá no passado. Fiquei livre da dor por cinco meses. Num dia, ela voltou intensa e fiz outra regressão. Vi a moça amada daquela vida. Ela estava num plano imaterial e se sentia presa àquela morte. Me pedia desculpas. Foi o único episódio de dor forte desde então”

Aparecida Fernandes
psicóloga e professora de português


“Sou filha adotiva, mas sempre fui muito paparicada. Quando soube da adoção, aos 17 anos, não me abalei. Tenho família, marido e filhos e nenhuma razão para a solidão que sempre me perseguiu. Fiz terapia convencional sem resultados. Esse sentimento se tornou avassalador com a morte de meu pai. Procurei a TVP (Terapia de Vidas passadas) e voltei à vida intra-uterina, percebi que absorvi a sensação de abandono que minha mãe biológica sofreu porque isso encontrou eco em meu passado. Em outra vida, fui uma pastora de ovelhas que morreu sozinha, de inanição. Ela morava perto de uma serra. Meses depois da terapia, meus sogros foram em férias para Portugal. Quase desmaiei quando reconheci a serra da pastora no vídeo que eles fizeram na viagem”
Sandra Tavernari
 
engenheira

“Há dois anos me submeti a uma cirurgia de redução do estômago por laparoscopia. Perdi 25 quilos e estacionei. Procurei a TVP pouco depois, bastante cética. Numa sessão, comecei a falar sobre um convento no Norte da Itália e resolvi checar na internet. Levei um susto quando vi a imagem do convento. Era a mesma que eu havia descrito. Depois apareceram situações de escassez, uma delas em uma vida na Europa. Foram tempos de muita dureza e necessidade de comida. Quando resgatei essa história, vi a ansiedade que a privação me causou. Depois que localizei as causas, passei a comer bem menos e perdi outros 25 quilos”
Tristeza e regressão a vidas passadas
http://www.somostodosum.com.br/clube/artigos/autoconhecimento/tristeza-e-regressao-a-vidas-passadas-6262.html
Tristeza e regressão a vidas passadas
http://www.somostodosum.com.br/clube/artigos/autoconhecimento/tristeza-e-regressao-a-vidas-passadas-6262.html
Tristeza e regressão a vidas passadas
http://www.somostodosum.com.br/clube/artigos/autoconhecimento/tristeza-e-regressao-a-vidas-passadas-6262.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AJUDE COM UMA DOAÇAO dados para deposito BANCO DO BRASIL agencia 06432 conta 263508

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens populares